Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘saltimbancos’

chico1

Chicos existem muitos no Brasil, mas Buarque só tem um. Eu nunca tive muitas histórias pra contar, talvez algumas brigas na rua, dizer que corri por entre becos de favelas, repeti a terceira série, cortei meu braço e levei treze pontos, disputeis alguns campeonatos de futebol, ganhei algumas medalhas, sempre caia e batia a cabeça quando minha mãe estava lavando a cozinha mas, essas histórias todo Chico têm. Queria ter mais, num apareci nem em jornal de bairro, quem dera ter aparecido na TV, sou um ilustre desconhecido enquanto pedem autógrafos para ele na Hungria ou outro país qualquer que não sei a capital. Queria ter respondido calado a qualquer professor meu “você pode ter me reprovado, mas em casa eu tenho um canudo com a casa do Niemayer.” Mas não pense também que não temos nada em comum, eu jogava bola com meus amigos quando era moleque depois crescemos e ficamos conversando em volta de uma mesa de bar, mas repare, meus amigos eu conheço, os amigos dele você conhece: Bob Marley, Vinicius de Moraes, Caetano Veloso, uma moça chamada Elis. Já participei de festivais, na platéia, mas eu estava lá. Até hoje a única a me censurar foi a minha própria consciência nem nunca sofreram violência por causa das coisas que escrevi, ele não gosta de lembrar isso, mas quase explodiram um teatro por causa de uma peça dele. Queria ter escrito um livro, queria ter feito uma música, não falo inglês muito menos francês, não sei desenhar cidades nem inventar historias. O que sei é sou apenas um Chico, e isso basta para meus amigos, mas queria ser filho de Dona Maria Amélia. Quando meus filhos nascerem vou cantar Saltimbancos para eles, e me esforçar para inventar uma história de ninar, mas duvido que vire livro como Chapeuzinho Amarelo. Vou vivendo minha vida, não à sombra de meu xará, mas sob sua luz, brincando de reunir palavras, cantarolando cantigas de amor, sigo admirando seus passos, tornando assim minhas pegadas mais firmes.

Sou Chico, mas eu queria mesmo era ser Buarque.

Anúncios

Read Full Post »

“Olhei pro amanhã e não gostei do que vi
Sonhos são como deuses:
Quando não se acredita neles, deixam de existir
Lutei por sua alma, mas admito que perdi”.

Você já esteve tão certo de algo que quando te derrubam você chega a ficar de luto?
Ou então percebeu que perdeu a maioria de seus sonhos e aspirações antes de viver um quarto de século?
Você que sempre fez questão de andar no meio da rua, enfrentando os carros de frente, já teve medo e correu para a calçada?
O que nos resta quando percebemos estarmos envelhecendo antes da hora? Talvez muito pouco, pouco mesmo, o pior é olhar e ver que o que restou não vale a pena…
Diante desde cenário aterrador, me apoiei no que tinha de mais valia, meus sonhos mais tenros, meus desejos mais sagrados e me LEVANTEI!!!

Só posso agradecer por cruzar com pessoas que sempre apontam o dedo para mim, mostram quem eu sou, e me mantém afastado do conformismo e do comodismo medroso. É terrível ter que discutir com alguém sobre você, pior ainda é descobrir que você está lutando por valores que te envergonham. Nos últimos tempos tem sido assim, e re-encontrar comigo mesmo tem sido um gratificante recomeço.

Quero ser um saltimbanco, desculpe mas não vou desistir, alias, desculpe o caraleo, errado está você em não lutar, em não se inconformar. O mundo é apenas um macro-cosmo de você. Felizmente para mim e azar o seu, escolhi o caminho de espinhos, o caminho da evolução.

O que tenho são minhas palavras, meus amigos, meus amores, eles são meu alicerce para lutar contra a hipocrisia, o comodismo, o favorecimento barato. Não carregarei peso extra, não andarei junto com a falsidade, meu desejo é puro e utópico.

VOCÊ DISSE QUE NÃO MUDAREI O MUNDO

Pois eu respondo que RENACIDO estou, se não desistiram de mim, não desistirei de ti, MUNDO
Volto mais calejado e mais matuto, nenhum puto ira me desviar novamente

Enterro aqui um pedaço de mim, uma carapaça que não me orgulho tanto, mas é um degrau de minha evolução, quer você goste ou não. Não te peço para olhar, de você não espero nada, agora pode esperar muito de mim.

Hoje olho para o amanhã com esperança e orgulho, e antes que meus deuses deixassem de existir, coloquei eles em destaque em minha vida novamente.

É bom estar entre amigos..

Read Full Post »